Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Independentemente dos vegetais utilizados para a confecionar, a sopa fornece muitos e vários nutrientes altamente benéficos para a saúde.

Tendo vegetais em abundância, a sopa é ainda baixa em calorias. Esse reduzido valor calórico é compensado por uma extrema riqueza em vitaminas, minerais, fibra alimentar, antioxidantes e água. Este conjunto nutritivo reveste-se de importância essencial para o correto operar do nosso corpo.

De um lado, as vitaminas e minerais são fundamentais uma vez que estão presentes na composição de componentes do organismo, como órgãos, músculos, ossos e sangue. Como se não bastasse, a fibra alimentar desempenha variados papéis dentro do aparelho digestivo, funcionando a níveis diversos que andam desde o mastigar até ao processo de digestão e ao correto funcionamento das bactérias do intestino.

Um primeiro ponto fulcral que convém realçar é o seguinte: a sopa satisfaz quase inteiramente as necessidades diárias de água sentidas pelo nosso organismo. Conjuntamente, é também rica em vários outros nutrientes que, consoante a sua utilização, potenciam vários tipos de resultado. Vejamos: uma sopa com maior abundância em batata ou leguminosas fornecerá uma maior quantidade de energia, tal como acontece quando comemos algo com gordura.

Porque é que é importante comer sopa?

É fulcral a presença da sopa na nossa alimentação quotidiana. Esta afirmação é verdadeira por várias vias: são vários os nutrientes que nos são dados, e são também imensos os efeitos positivos potenciados a nível funcional. Não é difícil digerir a sopa. Além disso, o efeito da sopa é de produzir uma saciedade praticamente imediata que se deve a toda a panóplia de alimentos e nutrientes presentes, bem como graças ao seu volume e temperatura elevada em que é usual consumir. Por isso, é frequente que a sopa seja tomada a principiar as refeições, tendo um papel importante no controlo do apetite.

E qual é o papel dos produtos vegetais na alimentação e porque é benéfico comê-los todos na sopa?

É sabido que o nosso equilíbrio depende muito da frequência com que ingerimos legumes ao longo da nossa vida. A sua presença abundante na nossa rotina contribui altamente para uma saúde boa e equilibrada. Idealmente, devemos comer no mínimo 400 g de vegetais numa base diária. Os motivos são praticamente incontáveis: os produtos hortícolas são portadores ricos em vitaminas, minerais, fibra alimentar, antioxidantes e outros produtos benéficos.


Hoje em dia, é conhecido que os produtos hortícolas veem as suas propriedades alteradas através da confeção. Assim, torna-se relevante perceber quais as vantagens de os cozinhar. Através da cozedura, as fibras dos legumes são amolecidas, possibilitando uma mais eficaz utilização de vitaminas e minerais. Cozinhando os legumes diretamente na água que entrará na composição da sopa, os nutrientes serão aproveitados ao máximo, garantindo todos os benefícios nutricionais da mesma.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.